Produtividade na Clínica – como fazer mais com menos

Clínicas Médicas - RGM Tecnologia da Informação

Fazer mais com menos é o objetivo de qualquer gestor que precisa prezar pela economia, ao mesmo tempo que mostra resultados. A produtividade na clínica depende de uma série de processos que, se bem executados, podem trazer eficiência, eliminar despesas excessivas e trazer novas oportunidades de negócios.

Mas, antes que você conheça os processos que podem levar a esse cenário de produtividade, é importante compreender que nem tudo é sobre tecnologia e inovação. O primeiro passo é conhecer o cenário atual da clínica médica, o trabalho dos colaboradores e e as falhas em processos.

Para que isso aconteça, é necessário mapear todo o trabalho da clínica, encontrar as falhas, os pontos de atenção e as oportunidades de otimização. Esse é um trabalho que envolve experiência e expertise. Portanto, deve ser realizado por um gestor e, preferencialmente, um especialista externo, que não é afetado pela chamada miopia operacional.

A RGM oferece o serviço de consultoria para avaliar e mapear os processos da sua clínica, bem como sugerir tecnologias e melhorias para alcançar níveis mais altos de produtividade e integração entre os setores. Agora que você sabe disso, vamos conhecer os processos que ajudam a fazer mais com menos!

Mais produtividade na clínica médica – como alcançar essa realidade?

Os resultados da sua clínica podem ser diretamente influenciados pelas tecnologias aplicadas. É necessário ter um sistema eficiente, que gerencie os pacientes da sua clínica médica, seu histórico de consumo de serviços (especialidades consultadas, exames realizados etc) e que disponibilize o máximo possível de informações. Assim, os médicos poderão acessar os dados do paciente com maior facilidade. Um bom CRM é integrado com o Software Médico e possibilita que os setores que demandam essas informações as consultem quando necessário. 

Com essa mudança, elimina-se a necessidade de refazer cadastros, laudos, receitas, e o prontuário como um todo.

É interessante que o software médico e o CRM trabalhem em conjunto com uma agenda digital. Se a equipe de atendimento, financeiro e comercial tiverem acesso a algumas informações em comum (as que forem necessárias), o tempo usado para obtê-las será menor e a comunicação será facilitada.

A qualificação da equipe também importa

Nem tudo é sobre tecnologia. Os softwares não podem fazer tudo por você! É preciso investir na reciclagem e aprimoramento contínuo de todos os profissionais da clínica médica. Assim, as falhas podem ser reduzidas, os colaboradores são atualizados, sentem-se valorizados e diminui a rotatividade por motivos de desmotivação

Vale a pena investir em serviços online

Especialmente agora, que enfrentamos uma pandemia, é importante disponibilizar serviços online para os pacientes. A produtividade da clínica pode ser potencializada com a teleconsulta!

Pense que vários pacientes podem sentir-se desconfortáveis em ir até um ambiente hospitalar para realizar uma consulta de rotina, por exemplo. Outra possibilidade é oferecer laudos de exames online. Assim, o paciente não precisa ir até sua clínica para pegar um documento, ele pode baixar da internet e tê-lo facilmente acessível em seu e-mail, computador, celular ou acessar quando quiser com seu login e senha.

Um sistema hospedado em nuvem pode facilmente dar conta da sua demanda, além de ser flexível e mais econômico que ter uma estrutura de servidores dentro da própria clínica. Tudo depende das suas necessidades e da realidade do seu negócio.

Terceirize o que for possível

A produtividade na clínica médica depende da compreensão dos processos internos essenciais e do que pode ser terceirizado. Sem esse entendimento, será realmente complicado dar conta de todo o trabalho ou automatizar alguns processos.

É através do mapeamento de processos que as lideranças podem entender o que pode ou não ser terceirizado. O serviço de telerradiologia é uma possibilidade, onde os exames são realizados na própria clínica, mas os laudos são emitidos em um laboratório especializado.

Terceirizar serviços financeiros, a limpeza, os laudos de exames e, se possível, automatizar vários processos da clínica são alternativas muito produtivas e econômicas, que farão a diferença no dia a dia de todos os profissionais. Porém, vale ressaltar que tudo isso depende de uma análise meticulosa, que deve ser realizada pela gestão da clínica médica, ao lado de especialistas em processos e na melhoria contínua.

A escolha de softwares, hardware e do modelo de automação de processos jamais será idêntica a de outras clínicas. É necessário levar em consideração as particularidades do negócio e do trabalho em si para que tudo funcione como esperado. Portanto, não faça isso por conta própria!

Solicite uma análise da RGM e saiba como podemos colaborar com a sua clínica médica.

Quer ajuda para adequar sua empresa à LGPD?

Veja o que separamos sobre LGPD para você