A importância de rever suas políticas de segurança anualmente

Política De Segurança - RGM Tecnologia da Informação

Muito se fala sobre políticas de segurança . Mas, quantas vezes você parou para rever as suas? Que atualizações tem feito e o que procura melhorar?

Rever políticas de segurança requer um grande trabalho coletivo dentro das empresas e isso pode parecer algo desnecessário, a princípio. Contudo, basta um incidente cibernético para mudar essa perspectiva. Com a LGPD, a preocupação mudou de foco, os empresários sabem que é necessário cuidar das suas políticas de privacidade, mesmo que “apenas” por obrigação.

Entenda a importância das políticas de segurança e o porquê de você precisar revisá-las periodicamente.

LGPD

A LGPD chegou para ficar. A Lei Geral de Proteção de Dados atrai a atenção de grande parte dos empreendedores em todo o Brasil para a importância na captação, trato, armazenamento e exclusão de dados e suas responsabilidades. As sanções da LGPD aplicadas pela ANPD incluem ser impedido de tratar dados pessoais a multas que chegam a valores altíssimos, a depender do seu faturamento, entre outras, como expor publicamente as infrações cometidas.

Sua política de segurança deverá conter pontos fundamentais relacionados ao tratamento e captação de dados, seja de clientes, usuários ou admissionais.

Obrigações bem definidas

As obrigações contidas em uma Política de segurança, para além de ser uma necessidade requerida pela Lei Geral de Proteção de Dados, atrai excelentes clientes, já que os melhores buscam uma empresa comprometida e qualificada em todos os sentidos. 

Quem não quer iniciar uma parceria ou contratar serviços de uma empresa que se põe a todo momento como segura, encontrando maneiras de gerar essa tal segurança? 

Segurança

Não é só as tecnologias positivas que avançam quase que diariamente. As ações de crimes cibernéticos ficam cada vez mais ousadas e fortificadas. Quando não atuamos em uma atenção séria sobre a política de segurança da empresa, as brechas em softwares e sistemas aparecem com mais frequência. Aí é que está um grande perigo.

Além disso, quando seu cliente, geralmente o mais qualificado, busca saber sobre a política de segurança, é de total importância que a mesma esteja atualizada e de acordo com as ações atuais da empresa. Já pensou que seu cliente gera acesso a política de segurança de seu empreendimento e sente todo processo antiquado? Ele não se sentirá seguro.

Legalidade

Mais ainda, vale lembrar que ter uma política de segurança apurada de acordo também com as ações da sua empresa, como citamos acima, é algo que pede a Legislação brasileira, A Lei 13. 709.

Portanto, uma das questões a serem avaliadas caso venha a ocorrer problemas com a segurança de sua empresa, estar comprovadamente tendo uma política de privacidade ou até mesmo fazendo manutenção anualmente da mesma, será um ponto a seu favor. 

Por isso, a atenção deve ser redobrada quando o assunto se trata de Política de segurança, seja do coletivo ou até mesmo de cada partícula. A ANPD, Autoridade Nacional de Proteção de Dados, responsável por regular e sancionar empresas que estejam falhando na segurança da empresa enquanto a dados é um bom exemplo de possível problema, mas não o único.

Isso porque é um direito do cliente ter total proteção enquanto a conteúdos confidenciais, seu vazamento ou descuido pode vir a envolver cliente x empresa em um imbróglio judicial.